top of page

Benefícios do Yoga para Gestantes: 1º Trimestre

Enjoos, vômitos, dor de cabeça, tonturas, mal estar, sensibilidade a alimentos e a cheiros, salivação excessiva, mudanças hormonais que afetam o psicológico.


A lista de sintomas da gravidez no primeiro trimestre é longa. Isso varia a cada pessoa. Não tem uma regra única do que a grávida sentirá durante cada trimestre, mas existe uma lista do que esperar de sintomas.


A prática do Yoga pode ajudar até mesmo no primeiro trimestre. A prática da respiração consciente ajuda a aliviar sintomas como enjoos, dor de cabeça, ansiedade, aceitação das mudanças do corpo. A prática das posturas ajuda no relaxamento, alongamento, fortalecimento, concentração e equilíbrio.


Além disso, a prática física do Yoga propicia o alongamento e fortalecimento dos músculos e ligamentos das pernas, dos quadris e das costas. Preparando, assim, o corpo para as mudanças do corpo geradas pela gravidez e relaxando a mente para o estado presente.


Um fato curioso e não muito comentado!

Durante o primeiro trimestre, a meditação e a prática da respiração consciente pode ser difícil para algumas grávidas. Devido as mudanças hormonais, a forma como a gravidez foi concebida, o próprio relacionamento com a novidade, os medos com o risco da perda do bebê e todas as expectativas que a gravidez pode gerar.


Esse e outros fatores hormonais e psicológicos podem afetar a grávida a ponto que essa prática é o maior desafio que ela encontra no Yoga. Por isso, é indicado seguir o básico. Isso mesmo! Praticar o Pranayama (técnicas de respiração no Yoga) da respiração completa desde o abdômen - também conhecido como respiração circular ou respiração yoguica (sobre este assunto ler aqui). Também seria indicado a prática da respiração (inalação e exalação) por cada lado do nariz, ou seja, tapando o lado direito e respirando somente pelo esquerdo e depois de alguns minutos trocando o lado.


A prática da respiração consciente pode levar ao estado meditativo. Assim, a meditação pode ser mais prazerosa nessa fase (sobre meditação - ler aqui).


Ah! Não podemos esquecer! Encontrar uma postura bem cômoda nessa situação é o mais indicado. Isso significa que nem sempre a postura sentada será o melhor para você nessa fase. Podendo deitar de barriga pra cima ou de lado ou até mesmo encostar as costas numa parede e soltar as pernas.


Bem, existe um mundo de conhecimentos e crenças sobre o primeiro trimestre: sintomas, o que pode e não pode, estado emocional, etc. O que importa nisso tudo é confiar no seu médico e em você mesma. Respeitando sempre o que você sente, como sente e o quão segura se sente com todas as informações que chegam.


Gestante na postura da libélula.



4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Kommentare


bottom of page