top of page

Invertidas

Atualizado: 21 de fev. de 2022

O objetivo final da prática de Yoga não está em fazer invertidas. As famosas e admiradas posturas de cabeça para baixo e pés para cima, fascinam e assustam muitos alunos e admiradores do Yoga.


Desapegar-se da necessidade de fazer invertidas está no processo interno da não expectativa e autoconhecimento. Significa se você tem o desejo de aprender ou fazer invertidas e incluí-las na sua prática, está tudo bem. Porém, não significa cobrar de si mesmo essa prática ou o alcance dela.


No Yoga tudo tem seu próprio despertar, seu momento de alcançar desde o ponto de vista energético e psicofísico. Quando se coloca uma expectativa muito grande em algo e transforma esse objetivo em obsessão, estará se afastando da sua essência de luz e amor e gerando desequilíbrio interno.


Quando se alcança qualquer postura pelo puro prazer de estar conectado àquele aprendizado e consciente do desenvolvimento, a leveza da conquista vem junto.


Essa é a grande diferença entre um desportista e um praticante de Yoga. Quando se pratica um esporte, coloca-se determinação, disciplina e muito treino - levando, muitas vezes, o corpo para além do esforço permitido. Motivo por tantas lesões para além do esforço e movimento repetitivo.


Já na prática do Yoga deve haver determinação e disciplina, porém o treino é algo que está em conjunto ao mover da sua energia, o compreender do seu estado psicológico e sobretudo o respeitar como se sente e saber parar para depois seguir.


Então, se você deseja aprender somente a fazer invertidas, eu aconselho que faça um Workshop de invertidas, pratique Ginástica Olímpica ou Circo. Porque no Yoga ninguém é mais ou menos "Zen" se não pratica ou não sabe fazer invertidas.


A prática do Yoga não é uma competição, nem é o lugar de exacerbar o ego. Pelo contrário, é um lugar de autodescobrimento, de evolução interna e externa. Yoga é aprender a levar o que se aprende no mat (tapete de yoga) para o seu cotidiano. É levar a conquista da leveza e consciência de estar em uma invertida para o dia a dia, ou seja, é levar a autoconfiança, a respiração consciente, o autocontrole, a estabilidade do corpo e o prazer de permanecer. Enquanto esses aspectos não estiverem bem desenvolvidos internamente em você, a postura da invertida pode até ser conquistada, porém não apresentará a leveza da permanência.




7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page